Quinta-feira, 3 de Junho de 2004

Carta assim

Não me parece haver razão para não te dizer como és importante para mim. Mas não digo.
Não me parece haver razão para me afastar de ti. Mas afasto.
Não me parece haver razão para sorrir quando arranjo forças para te fugir. Mas sorrio.
Não me parece haver razão para não me querer lembrar de ti. Mas não quero.
Não me parece haver razão para querer mais do que me dás. Mas quero.
Não me parece haver razão para não estarmos juntos. Mas não estamos.
Não me parece haver razão para te escrever esta carta. Mas escrevo.
publicado por floreca às 11:05
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De almar a 4 de Junho de 2004 às 17:29
ognid: pois todos nós temos a nossa cruz! E às vezes damos-lhe forma de poema. Às vezes! Bjs


De ognid a 3 de Junho de 2004 às 23:16
Não me parece haver razão para que pessoas que escrevem coisas tão belas como vocês aqui fazem, tenham de aturar "pilhas desbotadas/de trabalhos infindos". Mas têm. Infelizmente. beijo


De almar a 3 de Junho de 2004 às 19:44
Lolita: olá linda! Ainda bem que gostaste da carta. Na realidade, isto das razões e do anor é sempre uma mistura complicada. E dá assim situações mal resolvidas. Beijos, amiga


De atuaLolita a 3 de Junho de 2004 às 19:37
Não há razões no mundo dos afectos. Não sei poruquê. Mas não há. Um beijo almar. Gostei muito deste texto.


De almar a 3 de Junho de 2004 às 18:31
Lótus: E quando fugimos é porque há uma razão, embora não pareça haver razão nenhuma... Beijinhos


De almar a 3 de Junho de 2004 às 18:30
Maria: é verdade, e às tantas já nem nós sabemos aquilo que é aconselhado pela razão ou não... Coisas do amor são difíceis de explicar pela razão, de facto! Beijinhos


De almar a 3 de Junho de 2004 às 18:28
kioko: tens razão mas o ser humano tem tendência a procurar razões para tudo. E por vezes faz exactamente o contrário daquilo que a razão aconselha. Bjs


De Ltus a 3 de Junho de 2004 às 17:55
Não parece haver razão para tanta coisa ... mas há algures dentro de nós uma razão urgente qualquer para fugir do que nos prende ;-)... beijos ***


De almar a 3 de Junho de 2004 às 15:22
Olá Laurinha! Obrigada por teres lido :)*


De Maria a 3 de Junho de 2004 às 14:45
A razão perde toda a razão, quando existe amor... Gostei imenso! :)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Actualizar...

. Lá terá de ser...

. Estamos de volta

. Cumprir calendário...

. Pausa

. Mais uma mudança

. SORTE OU NÃO

. Postais ilustrados - 4

. Esta carta é dirigida aos...

. MIMO

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Dezembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds