Terça-feira, 8 de Junho de 2004

À espera de carta tua

Escreve-me uma carta. Eu sei que és daqueles para quem dizer amo-te custa mais que arrancar um dente. Então escreve. São duas palavras pequenas: “eu” pronome pessoal, primeira pessoa do singular; “amo-te”, presente do indicativo do verbo amar, etc… tu sabes. Tu sabes escrever mas não queres escrever. Não consegues. Falar dos teus sentimentos não é contigo. Escrever os teus sentimentos, também não.
Esperas talvez que eu adivinhe ou que os teus olhos falem mais que a tua boca. Eu nunca fui boa a ler algo nos olhos. Já me enganei demasiadas vezes. E também não tenho o dom da adivinhação.
Vou dar-te uma sugestão: vai à net, ali às 1001 cartas de amor, sedução, eróticas, etc. e copia. Escreve como se fosse de ti para mim. Eu vou acreditar, que diabo! Mesmo que não acredite, vou ficar feliz porque te deste ao trabalho de escrever. Cheguei a este ponto de querer que me digas que me amas, mesmo pelas palavras inventadas por alguém. O que eu não quero é que tu me deixes a tarefa de adivinhar aquilo que a minha insegurança me diz que é melhor não adivinhar.
publicado por floreca às 21:23
link do post | comentar | favorito
17 comentários:
De MARTA TEIXEIRA a 11 de Junho de 2004 às 08:50
Almar, obrigada pelas tuas palavras. Fiquei a pensar no que disseste e tens toda a razão. Por diversas razões, dizer "amo-te" é uma palavra muito forte. Vou salvaguardar a amizade sólida e honesta que tenho. Se passarmos a plataforma, muito bem!! Doutra forma, fico com um bom, honesto e carinhoso amigo, que vale todos os sacrifícios.
Mais uma vez obrigada.
Um abraço
Marta


De almar a 10 de Junho de 2004 às 23:01
Hana_le: lindinha, o carteiro há-de bater à tua porta, de certeza. Mais dia menos dia, quando menos esperares... Obrigada pela visita. Beijinhos


De almar a 10 de Junho de 2004 às 22:59
Raquel: obrigada por teres vindo e comentado. Um beijinho. Vou visitar-te em breve.


De hana_le a 10 de Junho de 2004 às 20:16
Sounds familiar... Ando à espera de uma carta dessas, mas o idiota do carteiro deve andar perdido. Ou então não. beijinhos grandes, ó mulher de talento!


De Raquel a 10 de Junho de 2004 às 13:26
Muito giro!!:)


De almar a 9 de Junho de 2004 às 15:14
Anjo do Sol: tens razão quando dizes que "amo-te" se pode dizer de muitas maneiras. Há é que demonstrá-lo de alguma forma quando corresponde a um sentimento verdadeiro. Senão, podemos exactamente não ver o que está por detrás do olhar. beijinhos


De Anjo do Sol a 9 de Junho de 2004 às 12:35
«O que eu não quero é que tu me deixes a tarefa de adivinhar aquilo que a minha insegurança me diz que é melhor não adivinhar. »

Nem sempre dizê-las é sinómino do "senti-las". Ouvir tais palavras e vir a descobrir que elas não têm qualquer significado, afinal, é pior do que não as ouvir, mas ver o sentimento demonstrado de outra forma. É sempre tão bom ouvir tais palavras, mas têm de ser verdadeiras. Eu também não sei ler muito bem nos olhos, mas tento, e já algumas vezes me enganei e pensei ver emoções que não existiam, e outras, não vi o que estava por detrás do olhar (infelizmente). Mas há gestos, há demonstrações de carinho que podem significar esse "amo-te"... desde que existam... :) bjs


De almar a 9 de Junho de 2004 às 12:03
Marta: os homens ( e, se calhar, por vezes as mulheres também) têm certos problemas com as palavras definitivas. "Amo-te" é uma palavra definitiva numa relação porque esclarece, porque compromete, porque põe às claras o que está lá bem fundo no poço das emoções. Amor é para algumas pessoas uma palavra grande demais. Beijinhos


De MARTA TEIXEIRA a 9 de Junho de 2004 às 08:49
Quando não o consigo dizer, eu escrevo. Não entendo qual a dificuldade, pois é como tu dizes são só 2 palavras "eu amo-te"!!!
Acho que não é sinal de insegurança querer que nos digam que nos amam, que gostam de nós, que somos a luz do dia deles!!!!
Um abraço
Marta


De almar a 9 de Junho de 2004 às 08:31
ognid: oh pá, não estamos aqui para tirar o sono a ninguém. Ou estamos?? :-) Vocês passam a vida a falar das inseguranças masculinas. As inseguranças masculinas e femininas acabam por ser ultrapassdas, quando têm que ser... Bjs


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Actualizar...

. Lá terá de ser...

. Estamos de volta

. Cumprir calendário...

. Pausa

. Mais uma mudança

. SORTE OU NÃO

. Postais ilustrados - 4

. Esta carta é dirigida aos...

. MIMO

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Dezembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds