Segunda-feira, 3 de Maio de 2004

Querido amigo, amor, amante. Para ti Homem

Nasci mulher nos anos 60... nascera eu na China ou em países árabes e o meu destino seria tão diferente. Tive a sorte de nascer no mundo civilizado. Não fui rejeitada à nascença, nem vendida, nem mutilada em criança. Cresci igual aos homens...

Se é que os meus homens sabem o que é o sangue que sai de nós e nos assusta e nos faz sentir sujas, se é que os homens sabem o que é a dor intensa no primeiro amor físico e tão desejado, se é que os homens sabem o que é sentir borboletas dentro da nossa barriga quando eles próprios crescem pequeninos cá dentro, se é que os homens sabem o que é parir com dor (anátema bíblico...... resignemo-nos, penitentes...), se é que os homens sabem o que é a doçura dos olhos de uma criança que nos ama como deusas...

Depois.. foi a revelação. Tenho 20 anos... (porra de adolescência que nunca mais acabava...) Sou a dona do mundo. Tenho tudo....... o feminismo em pleno, mulheres que escrevem, que pensam, que vão agitar o mundo, que o vão conduzir de forma inteligente e amorosa. Sou livre, tenho uma carreira pela frente, tenho o meu destino nas mãos, tenho as minhas vontades, tenho, tenho, tenho...

Depois... quisemos tudo o que nos prometeram... e o que as nossas inteligências e almas e corpos desejavam. Fomos executivas competentes, mães atentas, mulheres sensuais, esposas perfeitas...

Temos tudo. Mas um dia olhamos para o espelho... olhamos para dentro de nós... e somos infelizes... como foi possível? Onde falhámos? Onde esquecemos a lista das necessidades? Onde deixámos a agenda tão organizada? Onde estamos nós?

Tenho dois homens. Nascidos de mim... Quero ensinar-lhes a serem seres humanos plenos, mas gostaria tanto de lhes ensinar a amar a outra parte deles... a parte que os homens amam e não querem perceber que têm.

Todos os homem queriam ser uma mulher... (apenas um dia... ) nesse dia, seríamos tu e eu, irmãos, amigos, namorados, amantes, cúmplices, parceiros de dor e alegria)

Todas as mulheres querem amar um homem...assim... e ser amadas.. assim. (mais que um dia... na eternidade da vida onde sabemos existir)

- do fundo do baú, num dia em que estava muito zangada....-
publicado por floreca às 16:03
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De L.M a 6 de Maio de 2004 às 20:37
Não há duvidas, todas vocês falam na sensibilidade feminina, mas nós também somos assim sensiveis, e choramos, enfim somos diferentes! obrigado pelo teu salto no meu cantinho e tomei a liberdade de tirar duas frases tuas e colocar lá. Beijos e passa por lá.


De Lolita a 4 de Maio de 2004 às 20:15
Lótus, de certeza terás cartas na tua memória, as que gostarias de ter escrito. Ainda vamos a tempo de as escrever.

Encandescente, obrigada pela tua visita e pela tua poesia que generosamente nos ofereces.

Beijos a todos que nos lêem. Esperamos pelas vossas cartas :-)


De encandescente a 4 de Maio de 2004 às 09:07
sinceramente adorei o teu texto!verdadeiro . bjo


De floreca a 4 de Maio de 2004 às 07:17
Olá Lótus. Eu creio que essa é uma das grandes vantagens da net: retomar o gosto pela escrita que, também eu, tinha perdido algures por aí...


De Ltus a 4 de Maio de 2004 às 04:12
Excelente ideia ;-) ... o blog está o máximo ... e adorei esta carta tb ... vou ter que vir mais vezes ... por mim, não sei se tenho cartas dessas ... se deitei fora ... ou algo ... isto vai para aqui uma grande confusão de papeis. Houve um tempo em que eu escrevia muito ... muito antes do computador ... e isso estará perdido algures ..depois deixei quase por completo de escrever ... e agora com os blog's estou a retomar o gosto ...talvez um dia volte a escrever cartas, não sei ... beijokas ***


De floreca a 3 de Maio de 2004 às 22:59
Tim Bora, creio que nem nós próprias nos compreendemos muito bem...


De floreca a 3 de Maio de 2004 às 22:58
Diário Apaixonado, eu tenho o teu mail. Logo que possa, mando-te o convite... podes ir preparando-te!


De Tim Bora a 3 de Maio de 2004 às 22:50
Acho este post muito interessante. Penso que todas as mulheres, ou quase todas, se revêem neste texto e são raríssimas as que gostariam de ter nascido homens (eu não conheço nenhuma). Eu percebo qualquer coisa de mulheres, tenho três (mulher e duas filhas), mas confesso que, por vezes, é dificil compreendê-las.


De Lolita a 3 de Maio de 2004 às 22:07
Olá DonBaldalo. Espero que a minha carta não seja lida como uma bandeira de exclusão dos homens. Era apenas um desabafo. As melhores pessoas da minha vida pertencem ao género masculino :-)


De DonBadalo a 3 de Maio de 2004 às 21:38


uma amiga minha não se cansa de proclamar que tenho "sentires femininos" ...

um dia destes, li um artigo que prenunciava que os homens apenas poderiam "sobreviver", em futuro próximo, como "travestis", guardando a "garridice" das mulheres, ocupadas estas com a nobre ciência de governar a "res publica"; isto é, os homens em breve seriam "descartáveis", face à clonagem e aos sucedâneos do amor físico...

sendo assim, bendigo ter nascido antes do anos 60 e as mulheres que amei...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Actualizar...

. Lá terá de ser...

. Estamos de volta

. Cumprir calendário...

. Pausa

. Mais uma mudança

. SORTE OU NÃO

. Postais ilustrados - 4

. Esta carta é dirigida aos...

. MIMO

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Dezembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds