Segunda-feira, 10 de Maio de 2004

Carta a deus e ao diabo

Hoje fiz uma promessa a deus. Por cautela, ponho o nome do outro no título da missiva. Não vá o gajo tecê-las... O que tece o diabo? As teias da nossa vida? Ou apenas as teias que dão aqueles nós impossíveis de desatar?
Prometi a deus que escrevia... Só não lhe disse o tema. Ele precisa de um assunto e eu também. Algo confessável e escrevível. Tentemos.

Querido deus,

Hoje ouvi música... Hoje ri à gargalhada. Hoje fui ás compras... graças ao diabo... inconfessáveis...
Hoje dancei ao som de uma cantora da moda.
Hoje contava-te a história da minha vida.. mas não tenho tempo...
Hoje ainda tenho o meu ontem para resolver...
Hoje é o dia de recomeçar.. como todos os dias, não é, meu deus?
Hoje era dia de sorrir e de dizer... que se lixe...
Isto era para ser uma carta à séria.. mas não foi... (sorrio para ti)
Vou refazê-la no fim de semana. Depois de ver em que estado está a lua...

Gosto de deuses... Dos meus deuses. Dos que me dizem... já viste filmes suficientes para perceberes a vida, ou não, minha parva???
Já vi, pois... mas dá um gozo do caraças o nosso filme, não dá?
Uma novela.. com múltiplos fins, ou um triller...???
Um filme de autor.. (com actores que representam apenas com a lua de fundo) Despedidos ao fim do primeiro take... porque não sabem fingir o que não sentem...

Querido deus, escrevo-te como se fosses homem.

Há um homem que nascendo é o primeiro...
Há um tempo que existindo é o único...
Há ausências que são memórias...
Há cores que são rasgadas por pássaros de luz e fogo acima das almas...
Há sentidos que são leves como espuma...
Há frios que se sentem no corpo...
Há ausências que se percebem no olhar...
Já não há medo.
Há apenas manhãs... como o segundo dia.
publicado por floreca às 21:02
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De sofia a 12 de Maio de 2004 às 18:46
ainda nao venho comentar os teus posts, apenas agradecer teres descoberto o meu cantinho e estar aqui nos links neste blog. pela vistas de olhos que dei, adorei e voltarei com muito mais tempo para ler estas cartas lindas. beijos


De DonBadalo a 11 de Maio de 2004 às 11:00

há diabos, tão pobres diabos ... que apenas desejam ser humanos! mas compreendo os teus deuses em "caixa baixa"! quem compreenderá, porém, meus demónios?! ...


De Dora a 10 de Maio de 2004 às 23:16
...e manhãs cuja claridade sorves em fundos haustos, com a inocência resgatada das alvoradas da infância :-)


De atuaLolita a 10 de Maio de 2004 às 22:15
mas eu não uso a caixa alta. deuses..


De LetrasAoAcaso a 10 de Maio de 2004 às 22:06
Penso que somos semi-deuses.
Ou mesmo deuses.
Finitos. Mas o OUTRO DEUS onde está?
Eu sou Deus. Tu és Deus. Cada um de nós é Deus. Ou pelo menos um pedaço DELE.
O Todo faz DEUS.
Bjus


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Actualizar...

. Lá terá de ser...

. Estamos de volta

. Cumprir calendário...

. Pausa

. Mais uma mudança

. SORTE OU NÃO

. Postais ilustrados - 4

. Esta carta é dirigida aos...

. MIMO

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Dezembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds